home slider cabecera 3 redimensionado

Coaching Mindset para liderar com sucesso.

A essência de um Coach é ouvir profundamente os seus clientes e, através das perguntas certas, desafiá-los a explorar diferentes pontos de vista, tendo como resultado formas inesperadas de como atingir os objetivos.

Quando lideramos pessoas é altamente benéfico que adotemos o Coaching Mindset como guia nesse processo de liderança.

E o que é isso? O que é o Coaching Mindset?

Ter mindset de Coach significa que queremos que as pessoas cresçam e atinjam os seus objetivos.

Mas claramente diferenciando-o de mentoring, consultoria ou aconselhamento. Pois numa primeira fase, não queremos dar conselhos, queremos que cada um desenhe o seu próprio caminho.

Como esta mentalidade de Coach pode ser levada a prática?

1. Fazer as perguntas certas:

Não devemos fazer perguntas à nossa equipa com o “chapéu” do Chefe, “chapéu” de amigo, ou outros “chapéus”. Devemos perguntar sem “chapéu”, para não sermos tendenciosos.

E, especialmente, não devemos fazer perguntas fechadas. As perguntas SIM/NÃO são completamente proibidas, pois o nosso objetivo é explorar diferentes opções, e para isso precisamos de lhes dar liberdade.

2. Escuta Ativa:

Não devemos ouvir o que queremos ouvir. Devemos ouvir o que nos dizem e o que não nos dizem. Por vezes, o que as pessoas não dizem é o mais importante.

E é sempre recomendável que partilhemos a nossa interpretação, para confirmar que realmente percebemos o que nos transmitem (verbalmente e não verbalmente).

3. Silêncio:

Na nossa rotina diária de trabalho, o silêncio é como um “tabu”. Temos a necessidade de encher os espaços de silêncio, pois o silêncio é desconfortável na maioria das vezes. Já sentiu isto alguma vez, certo?

No ambiente de Coaching, o que devemos fazer é dar tempo à outra pessoa para pensar corretamente, pois estes silêncios são muito produtivos.

No início é difícil, mas garanto-vos que funciona.

4. Aprofundar:

Não devemos ficar satisfeitos com a primeira resposta que recebemos. Devemos sempre explorar um pouco mais.

E, na minha opinião, não devemos fazer perguntas utilizando o PORQUÊ, pois por vezes o PORQUÊ é interpretado como uma forma de julgamento. Substituiria pelo PARA QUÊ, que tem como objetivo perceber qual é o propósito por detrás de qualquer uma das respostas.

Deve ser como descascar uma cebola.

5. Ser aberto.

No “Coaching Mindset”, deves ser extremamente aberto, e aceitar todas as possibilidades. Resumo isto em 2 pontos específicos:

  • Nunca deveríamos por o nosso ponto de vista sobre a mesa. Temos sempre de nos controlar, apesar de acharmos que temos a resposta. Pois, se não fizermos isto, estaremos a matar todo o processo de criatividade.
  • Assumamos que todas as pessoas têm potencial. E esse potencial é infinito. As pessoas podem no surpreender muito se agirem sem crenças que as limitam.

Iniciei a minha jornada como Coach há já alguns anos. E hoje, mesmo quando não estou no meu papel de Coach e trabalho, por exemplo, em consultoria de Marketing, o “Coaching Mindset” está sempre comigo, faz parte do meu comportamento de forma natural.

Recomendo-vos fortemente que comecem a incorporar o Coaching Mindset no vosso dia a dia, treinem o máximo que puderem, e ganhem consciência da evolução. E, claro, se quiserem continuar a desenvolver, peçam ajuda, pois será altamente benéfico.

Uma vez o tenham adotado, não o vão largar!

Oliver Pérez Ebook

Faça o download da sua cópia gratuita

da “Thinking partnership tool”, que te vai ajudar a definir os teus próximos passos, ou os da tua empresa.

Download pdf

Subscreve a minha newsletter e recebe as últimas novidades.

© oliverperez.com